Posts com tag “moda

A beleza distorcida

Os vídeos são um pouco antigos, mas representam muito bem o que tem ocorrido há tempos no mundo da moda. O primeiro mostra todo o trabalho de maquiagem e de computação para mudar o rosto de uma jovem. O resultado é impressionante. Já o segundo vídeo é um alerta aos pais para evitar que suas filhas se tornem reféns dos atuais padrões de beleza. A mensagem é:  Fale com sua filha antes da indústria da moda. 

Os vídeos fazem parte de uma campanha criada para a Dove, uma indústria de cosméticos, que resolveu corajosamente abordar o tema em um plano de mídia intitulado  “No wonder our perception of beauty is distorded” (Não surpreende que a nossa percepção de beleza seja distorcida). Decidi publicá-los porque a edição deste mês da revista valeparaibano aborda os temas anorexia e bulimia em reportagem de capa. Deem uma olhada.


Quando a magreza vira obsessão

Reféns dos atuais padrões de beleza, jovens têm arriscado a saúde para emagrecer. E quando essa busca pela magreza perde o controle e vira uma obsessão recebe um nome: anorexia nervosa, tema que sempre ganha os noticiários quando a doença abate artistas ou modelos famosas.

Mas meninas anônimas, insatisfeitas com a própria imagem, cada vez mais têm se rendido ao mórbido comportamento de cultuar a magreza extrema. E para isso usam a internet para propagar, por meio de blogs, a ideia absurda de perder peso a qualquer custo, mesmo que o preço seja a própria vida.

São jovens, a maioria entre 12 e 25 anos, que se espelham em top models e celebridades. Para elas, ser magra é uma obsessão e a felicidade se mede pelos quilos perdidos. Algumas chegam a se automutilar para esquecer a fome, comem o mínimo necessário para ficar em pé.

Um caso que ganhou repercussão internacional foi o da modelo francesa Isabelle Caro, que estampa a capa desta edição. A jovem morreu no dia 17 de novembro do ano passado aos 28 anos, depois de lutar por uma década e meia, mais da metade de sua vida, contra a doença.

Isabelle ficou famosa em 2007, quando expôs o corpo magérrimo em outdoors para uma campanha mundial destinada a alertar adolescentes sobre os perigos da anorexia. À época, pesava 31 quilos para 1,65 metro de altura. “A magreza dá origem à morte e é tudo, menos beleza”, dizia.

A modelo, símbolo da luta contra a anorexia, estava decidida a superar a doença, mas já era tarde demais: 13 anos de extrema magreza tiraram a vida da jovem que emprestou o rosto e o corpo para que outras meninas entendessem a realidade escamoteada pelo mundo da moda. Será que seu esforço ficará em vão?