Posts com tag “Muammar Gaddafi

Gaddafi é enterrado com o filho no deserto

O corpo do ditador líbio Muammar Gaddafi, capturado e morto no último dia 20, foi enterrado na noite de ontem. Morto após ficar 42 anos no poder na Líbia, o ex-ditador foi sepultado em uma cerimônia religiosa ao lado dos corpos de seu filho Muatassim e de seu ex-ministro da Defesa Abu Bakr Yunis Jaber, que também foram mortos após serem capturados pelas forças do CNT (Conselho Nacional de Transição).

Os corpos estavam havia cinco dias armazenados em uma câmara fria de um mercado de Misrata, no litoral do país, para a realização de autópsias. Até anteontem, a população fazia fila para observar o ditador morto, e as autoridades do CNT decidiram encerrar a exposição dos corpos por conta do seu estado de decomposição.

Gaddafi, Muatassim e Jaber foram enterrados no deserto, em local não divulgado pelo governo de transição. A decisão de realizar um sepultamento secreto contrariou o desejo da família de Gaddafi, que queria enterrá-lo nas proximidades de Sirte, sua cidade natal. Três dirigentes religiosos leais ao antigo regime oraram e organizaram uma cerimônia religiosa antes dos sepultamentos, entre eles, o clérigo pessoal de Gaddafi, Khaled Tantoush, que foi preso com ele.

As condições da morte de Gaddafi e seu filho ainda não estão totalmente esclarecidas e há suspeitas de que tenha ocorrido a execução dos dois. Por isso, Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos pediu que fossem investigadas as circunstâncias em que o ditador morreu no dia 20 de outubro. O CNT anunciou que vai instaurar um comitê para esclarecer o evento.

Anúncios

Confirmado: Gaddafi está morto

Foi confirmada na manhã de hoje a morte do ex-ditador Muammar Gaddafi. A notícia, em destaque nos sites dos principais jornais e revistas do mundo, põe fim aos 42 anos de tirania e ditadura na Líbia. E a morte de Gaddafi é comemorada nas ruas pelo povo líbio. O ex-ditador foi morto em operação militar liderada pelos rebeldes em Sirte, sua terra natal. Ele foi ferido a tiros nas duas pernas quando tentava fugir em um comboio atacado por caças da Otan, a aliança militar do Ocidente.

Comandantes das forças rebeldes da Líbia informaram que Gaddafi não teria resistido aos ferimentos e morreu. Na troca de tiros, o ex-ditador também teria sido atingido na cabeça. O corpo dele chegou no início da tarde à cidade de Misrata. Um dos combatentes informaram que ao ser capturado Gaddafi teria gritado: “Não atirem, não atirem.” Aboubakr Younès Jaber, ministro da Defesa do regime, também foi morto hoje em Sirte hoje.

Gaddafi estava com prisão decretada pelo TPI (Tribunal Penal Internacional, em Haia) sob acusações de ordenar a morte de centenas de civis. Ele estava foragido desde fevereiro, após uma onda de protestos populares na Tunísia e no Egito derrubarem seus respectivos regimes. Ainda restam 40 governos ditatoriais ao redor do mundo, com quase 2 bilhões de pessoas vivendo sob o domínio desses autocratas. Apenas 60% dos países são democracias.