Posts com tag “ONU

Soldados brasileiros são investigados por maus tratos no Haiti

 

A Minustah (Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti) investiga denúncia de maus tratos cometidos por soldados das tropas brasileiras contra três jovens haitianos. A ONU anunciou que usará todos os meios a seu alcance “para esclarecer os fatos o mais rapidamente possível” e lembrou sua política de “tolerância zero” diante de atos de má conduta de seu contingente.

A denúncia se tornou pública anteontem durante entrevista coletiva da Rede Nacional de Defesa dos Direitos Humanos. Os três jovens teriam sido agredidos por um grupo de oito soldados brasileiros. Os fatos teriam ocorrido em Fort Dimanche, no centro de Porto Príncipe, onde os jovens haitianos foram golpeados por militares durante um conflito. A data da agressão não divulgada.

A Rede Nacional de Defesa dos Direitos Humanos condenou “os atos de agressão cometidos por soldados da Minustah, alguns dos quais foram já acusados de violação dos direitos de haitianos em várias cidades do país.”

Anúncios

ONU prevê clima mais extremo em todo o planeta

Aumento nas ondas de calor, chuvas, enchentes e ciclones mais fortes, deslizamentos de terra e secas muito severas. É o que revela relatório divulgado pela ONU (Organização das Nações Unidas) com as previsões do clima para todo o mundo em decorrência do aquecimento do clima na Terra.

O IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas) da ONU pediu com urgência aos países que elaborem planos para uma reação a desastres para minimizar os impactos do crescente risco de eventos climáticos extremos ligados às mudanças climáticas provocadas pelo ser humano.

“É praticamente certo que aumentos na frequência e na magnitude de temperaturas diárias quentes (…) ocorrerão no século 21 em escala global”, cita o IPCC. “É muito provável que a duração, frequência e/ou intensidade das fases quentes, ou ondas de calor, aumentem.”

Especialistas defendem que as promessas globais para cortar as emissões de CO2 e outros gases de efeito estufa não serão suficientes para impedir um aumento na temperatura do planeta em até 2 graus Celsius. E ultrapassar esse limite geraria riscos de os extremos climáticos se tornarem mais comuns e a produção de alimentos mais difícil.

Existe uma confiança média de que as secas irão se intensificar no século 21 devido à menor precipitação, revela o estudo. As regiões mais afetadas seriam o sul da Europa e a região do Mediterrâneo, a Europa central, a região central da América do Norte, a América Central e o México, o Nordeste brasileiro e o sul da África.


José Graziano é eleito diretor-geral da FAO

O ex-ministro José Graziano foi eleito hoje diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO). Ele será o primeiro latino-americano a presidir a instituição encarregada de combater a fome no mundo.

Graziano substituirá o senegalês Jacques Diouf, que ocupou o cargo por 17 anos. O mandato começa em 2012 e se estende até 2015. A indicação ao posto ocorreu foi feita pela presidente Dilma Roussef. Ele já ocupava o cargo de vice-diretor da FAO desde março de 2006.

Agrônomo e professor universitário, foi o encarregado no governo Lula de implantar o Programa Fome Zero, que pretendia ser o principal projeto de transferência de renda no Brasil. Graziano obteve 92 votos e derrotou por quatro votos o ex-ministro de Assuntos Exteriores da Espanha Miguel Angel Moratinos.


ONU faz apelo para que Brasil investigue tortura nos anos da ditadura

A Organização das Nações Unidas apela para que o Brasil comece uma investigação imediata e puna os responsáveis pelos crimes de tortura e violações de direitos humanos ocorridas nos anos da ditadura. Para a ONU, a devolução das caixas com informações sobre a existência de ao menos 242 centros de tortura no Brasil pelo Conselho Mundial de Igreja deve ser aproveitada para rever a posição do país em como lidar com o seu passado.

A ONU não esconde sua insatisfação com a decisão da presidente Dilma Rousseff de manter fechados os arquivos nacionais. Esses documentos incluiriam relatos detalhados sobre cada pessoa no Brasil sequestrada pelos militares, sobre cada um dos torturados interrogados e mortos pelas forças de segurança. Segundo o Conselho Mundial de Igrejas, um dos pontos que pode ajudar os processos no Brasil é o fato de os militares brasileiros fazerem questão de enaltecer as práticas daquela época, com detalhes sobre quem foi torturado, por quem e sob qual método.

Nas três caixas que estavam guardadas em Genebra, 200 tipos de tortura aplicadas na ditadura sobre os brasileiros foram compiladas, afetando 444 pessoas. Para a ONU, diante das evidências que serão cedidas à Justiça brasileira, uma investigação e punição dos responsáveis não é nada mais do que uma “obrigação” para o Brasil.


Copa e Olimpíadas: ONU acusa Brasil de despejar famílias à força

 A relatora especial da ONU (Organização das Nações Unidas) para a Moradia Adequada, Raquel Rolnik, acusou hoje autoridades de várias cidades-sede da Copa do Mundo e do Rio de Janeiro, que sediará as Olimpíadas, de desalojar pessoas à força. Segundo ela, tal atitude pode constituir violação dos direitos humanos.

Raquel disse que há denúncias de deslocamento forçado de famílias em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Natal e Fortaleza. Ela explicou que já foram feitos múltiplos despejos de inquilinos sem que se tenha dado às famílias tempo para propor e discutir alternativas.

A relatora da ONU também se disse muito preocupada com a pouca compensação oferecida às comunidades afetadas, o que seria ainda mais grave dado o aumento do valor dos terrenos nos lugares onde se construirá para estes eventos.

Raquel disse que falta de diálogo, negociação e participação genuína na elaboração e implementação dos projetos para a Copa e as Olimpíadas. Ela solicitou ao governo federal que adote um “Plano de Legado” para garantir que os eventos esportivos tenham um impacto social e ambiental positivo e que sejam evitadas as violações dos direitos humanos.